10 - Acerola

Adão estava adoentado, o pobre homem ficou no vento, bem no dia em que Deus testava o inverno.
Era só uma gripe, mas Adão e Eva estavam muito assustados, ele não conseguia fazer nada direito e a situação piorava. Ela foi falar com o Pai, que, desta vez estava realmente ocupado com outras coisas.


- Pai...

- Sim? - Deus, concentrado em outras coisas, respondeu sem olhar pra Eva

- Adão está doente, não sei o que fazer.
- Doente?
- Isso.

- De onde vocês tiraram isso? - Aos poucos Deus prestava mais atenção em Eva
- Ah, ele tava estranho, nós inventamos essa palavra pra explicar o que acontecia.

- Hmm... Não sei se aprovo vocês criando coisas, mas achei esse conceito interessante.
- Obrigada, Senhor
- Não agradeça. Hm... suponho que eu possa ajudar sim. Mas acho que vou levar uns dias.
- Mas Pai, ele pode morrer!

- O QUÊ?!

- Ah, se a vida acaba, a gente morre.

- Mais um conceito novo?
- Sim senhor.

- Quanto drama. Mesmo dotados de vida eterna ficam inventando moda...
- Pai, a situação é emergencial.
- Ok, dê uma dessas a cada hora. Pode pegar mais naquela árvore ali. - Deus estendeu a mão para Eva com um ramo de acerolas.

- Você pode fazer uma dispensa médica pra Adão?
- Pelo Meu amor, eu tenho mais o que fazer!

*Acerolas fotografadas por Samara Assi


3 comentários:

Samara disse...

as pitangas são irmãs das acerolas?

claus hansen disse...

bem observado...

vou mandar um e-mail com cópia p'ro Homem.

Fefa disse...

clap clap clap clap clap clap !!!