9 - Café

Era uma quarta-feira cinzenta e chuvosa, eram 17:45 e não acabava o dia.
Deus, no escritório tinha inventado o jogo de Paciência e Freecel e já não tinha mais nada pra fazer, logo o sono começou a chegar.
"Putz, esse dia não acaba..."
Com o olhar fixo no monitor, num ato reflexo, Ele clicou o botão do telefone para chamar a secretária:
-Dona Eva, um cafezinho por gentileza.
A voz metalizada respondeu:
-O quê?
Ainda meio absorto na variação de Paciência Spider que Ele inventava naquele momento, pensou:
"Ainda não inventei o café?!"
-Faça-se o café, que ele abençoe as quartas-feiras chuvosas e finais de expediente. Serás onipresente em escritórios e agências.

Dois minutos depois entra a secretária com uma bandeja de prata e uma xícara cheia do precioso líquido preto.
-Adoçante por favor...
-Hein?!
-Nada...

Ainda no mesmo dia, às 17:58, Deus entenderia qual a utilidade de teclados à prova de respingos.

5 comentários:

Milena disse...

encantador.

samara disse...

café é ruim demais...

Miriam disse...

que bom te ler!

claus hansen disse...

MIIII!!!
Lindona!
que saudade!

Mayte disse...

Café rocks!!! hahaha
Adorei!