31 - Kinkan



Deus tava criando o Japão.

Decidiu colocar ali umas coisas diferentes, tipo - Três mil ilhas equilibradas em cima da divisão de três placas tectônicas e um grande vulcão, p'ra deixar mais emocionante.

Uma outra coisa que o Japão ia ter de curioso é levar emprestada a cultura de outras civilizações, tipo o budismo e as artes marciais. Então colocou muito pouco dentro do Japão, ele teria que desenvolver a cultura dele pegando dos outros mas ao mesmo tempo ser autêntico.

Foi aí que ele inventou o Kinkan e, de propósito, colocou fora do Japão.

Hoje a 'fruta da fortuna' é meio chinesa, mas se deu bem MESMO em terras Nipônicas.

Agora, porque será que tem cores tão brasileiras?

5 comentários:

Camila disse...

Parece gostosa! Poderíamos emprestá-la para cá também!

Mariana disse...

gente...

nunca ouvi falar dessa frutinha! aqui na roça não tem disso não!

parece azedinha, gostosa :)

podia rolar uma homenagem ao planalto central com uma fruta do cerrado, que tal?

(nada de pequi nojento e fedido, tá?)

Long Haired Child disse...

animal!
que fruta, Fortuita!
haha
legal a comparação da cultura niponica cara, é bem isso mesmo, como será que eles mantém a autenticidade disso tudo?


uma milionaria estrategia de marketing?

Alucinógena disse...

Porque pra ser tão serelepe assim, Deus só pode ser brasileiro também.

Taty disse...

pq brasil com japão combina muito bem! ;)